Burnout, o que é isso?

burnout

 

Já ficou desanimado com a rotina da sua diabetes, querendo jogar tudo para o alto? Esquecendo ela, os conselhos médicos e tudo mais? Isso tem um nome e até formas de prevenir, chama-se burnout. Essa palavra em inglês faz referência a queimar, ou seja, seria como se você estivesse explodindo com a sua diabetes.

Esse estado caracteriza uma pessoa que está desregrada com o tratamento da diabetes e com a sua glicemia, não ligar para o que está comendo, tomar insulina errada ou nem tomar, entre outras características que demonstram o desinteresse com a rotina do tratamento.

O burnout muitas vezes é acompanhado de alterações psicológicas, tais como: estresse, ansiedade, depressão, e estados emocionais como raiva, culpa, ressentimento, vergonha…

Há formas de prevenir o burnout, acredito que a primeira delas é se perdoar por não ter uma diabetes “perfeita”. Vou explicar. Muitas pessoas sentem-se frustradas por não conseguirem atingir sempre o alvo da sua glicemia. Só que isso gera muito estresse e desânimo com todo o tratamento. Então, a solução para isso, é não se importar com ocasionais oscilações na glicemia, porque isso acontece. Óbvio que isso não pode ser frequente, nem chegar a níveis altíssimos. Mas como estamos tratando de seres humanos e do nosso corpo, é muito complicado atingir 100% de perfeição.

Outras formas de prevenir, é tendo apoio dos familiares e amigos, afinal é sempre bom alguém mais saber o que você está buscando e enfrentando. E eles podem ajudar você a não desistir também. E mais uma forma é consultar o médico regularmente. Isso também é importante, para criar uma rotina, para o médico te alertar de eventuais erros, e também para ver as evoluções.

Anúncios

2 comentários sobre “Burnout, o que é isso?

  1. Olá. Eu namoro um diabético há 4 anos e meio. Ele tem Diabetes 1 há 23 anos. Desde que o conheço ele tem essa síndrome. Já tivemos dias da glicemia atingir os 600. E no outro, 20.
    Penso que uma das coisas mais importantes que o Diabético tem que saber é: Quem controla a Diabete é você. E não ela te controla.

    • Fernanda Bernardo disse:

      Concordo Mariana! A primeira coisa que deve acontecer é a pessoa aceitar a diabetes. Enquanto isso não acontecer, a pessoa não irá querer controlá-la e isso só pode trazer complicações cada vez piores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s